Simpósio

Simpósio: A IRONIA MATERIALIZADA NAS NARRATIVAS IDENTITÁRIAS, PEDAGÓGICAS E SOCIAIS: DISCURSOS, ARGUMENTAÇÃO E INTERSUBJETIVIDADE(S)

Ana Márcia Ruas de Aquino – Doutora, Unimontes

Carla Roselma Athayde Moraes – Doutora, Unimontes

Daniela Imaculada Pereira Costa – Mestre, Unimontes

RESUMO: Em crises como, por exemplo, a da pandemia pelo novo coronavírus, ressignificam-se as narrativas, e nota-se, nas mídias, como a ironia é um modo recorrente de trabalhar sobre a linguagem, podendo funcionar eficazmente para subverter a ordem e o poder e expor uma crítica à política, à ciência, à saúde pública, à educação, à sociedade. Teoricamente falando, “[…] a ironia […] permanece por natureza uma questão aberta, que cada teoria analisa em função de seus pressupostos. Decidir o que é a ironia implica, na realidade, uma certa concepção de sentido, da atividade de fala ou da subjetividade.” (CHARAUDEAU; MAINGUENEAU, 2018, p. 292, grifo no original). Assim, este simpósio temático trata das relações entre ironia, argumentação, dialogismo e ensino. A análise do discurso de vertente francesa é rica em teorias e métodos que permitem discutir a problemática das questões linguístico-discursivas com que pesquisadores se deparam. Cada época e mesmo cada gênero textual permitem um estudo singular desses fenômenos dentro da totalidade e da profusão de estudos já realizados. Leva-se em conta, aqui, o caráter perene da ironia, validada em textos deflagradores da pandemia, ao se considerarem os princípios teórico-metodológicos da análise do discurso. A argumentação e dialogia características da ironia prestam-se bem a uma abordagem crítica da realidade, ao desvendamento de sentidos implicitados na linguagem (BAKHTIN, 1997), além do fato de que, do ponto de vista do dialogismo, a ironia apresenta-se de formas diversificadas em relação ao projeto de fala do sujeito comunicante, com produções que podem se destinar ao ensino e propiciar leituras e interpretações do cenário brasileiro e mundial, na atualidade.

Ordem das apresentações:

13/05

15h30min: O VIRTUAL COMO CHAVE: O GÊNERO MEME ENQUANTO INSTRUMENTO PARA CONSTRUTIVAS LEITURAS

15h50min: “OBRIGADA, PRESIDENTE.” [CONTÉM IRONIA]: DISCURSOS EM JORNAIS ON-LINE

16h10min: DISCURSOS E IMAGINÁRIO SOCIAL: EFEITOS DE SENTIDO EM TORNO DO SERTÃO

16h30min: SERTÃO (E)M DISCURSO: SOBRE OS PROCESSOS DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE SENTIDOS

16h50min: NOVA ORDEM DO DISCURSO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA A PARTIR DA (RE)CONSTITUIÇÃO DO ORDENAMENTO JURÍDICO

17h10min: SIGNIFICADOS IDENTIFICACIONAIS NO DISCURSO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES